sábado, 9 de maio de 2009

~ 8

Pego na metade do coco e encho-o de chocolate. Sorrio para ela, e começo a beber e a entornar chocolate no meu corpo. O chocolate tá morno, percorre devagar o meu corpo, uma delícia. Umm, que bem que sabe o toque dela, a língua… já tive com gajas que trabalhavam melhor com a língua, mas acho que é tudo uma questão de prática, com alguma orientação, ela chega lá. "Sabias que clítoris em grego significa chave?" ela murmura que sim, "chave do prazer!" boa, andámos a ler o mesmo livro…

O som não era muito perceptível, nem sempre conseguia ouvir o que diziam, mas elas também não perdiam muito tempo a falar…

Tou completamente lambuzada e pegajosa, vou para a piscina. Ela segue-me. Dava jeito ter daqueles tubos de respiração. Mas tudo bem, vou buscar fruta e atiro-me para cima dela, no colchão de ar. É claro que caímos as duas, fartamo-nos de rir, tenho de ir apanhar a fruta ao fundo da piscina e experimentar mais devagar, com jeitinho… consegui. Com a cabeça virada para os pés dela, mas consegui. Começo a comê-la e ela a mim, com papaia, uva, manga, abacaxi, banana… que delícia! Perco a conta às vezes que me venho, é muuuuito bom! Quando a fruta acaba, mergulhamos e ficamos debaixo de água até não aguentarmos mais. É mágico!

Ela canta para mim, já um bocado bêbada, mas com imensa sensualidade… eu podia muito bem apaixonar-me por ela...


1 comentário:

Lovely Miss D disse...

É demais uma mulher com um copo a mais. Sexo e uns copos a mais é demais!