quinta-feira, 18 de outubro de 2007

EXPECTATIVAS




[Do lat. exspectatu, esperado, + -iva.] S.f. Esperança fundada em supostos direitos, probabilidades ou promessas.)


Expectativa é sonho em perspectiva, energia que nos faz evoluir.

As desilusões não são mais do que as nossas expectativas frustradas. E a desilusão dói… aperta, sufoca, frustra. Só porque criamos expectativas, só porque sonhamos.

Vamos deixar de sonhar por causa disso?
Vamos deixar de ambicionar mais e melhor porque nos magoamos no processo?

Eu quero, eu espero, eu acredito. E desiludo-me, por vezes. E dói. Mas isso não me faz deixar de querer, nem de esperar, muito menos de acreditar.

Sinto necessidade de me justificar, de dar claramente a entender os meus propósitos: estou aqui para (me) experimentar, para (me) testar, para (me) compreender. Cada letra, cada cor, cada gesto é MEU, sou EU a tentar seguir o meu caminho.

Demasiada exigência? Demasiada ambição? Não me parece que possa ser demasiado exigente comigo, mas talvez o seja com os outros. Eu dou, e espero receber na mesma medida. Egoísmo…

Preciso de querer melhor, de esperar melhor, de acreditar melhor.

Vivo na expectativa de que a Dor seja apenas uma forma de compreender melhor o Prazer.

14 comentários:

AmanteSensuais - Luis disse...

.. deixar de sonhar .?. antes pelo contrário .. o sonho é a melhor forma de ir adaptando essas expectativas ao possivel .. é a forma de ir conhecendo .. percebendo as expectativas do outro(s) de forma a poder preenche-las .. baixar ou subir as nossas ... é nessa procura que, ao mesmo tempo que vamos conhecendo os outros, nos ficamos a conhecer a nós prórpios e nos preparamos para transformar , ou não , o sonho em realidade ..

Nada isto é dramático .. deve ser gerido, sim ... de forma a dar o maior gozo possivel a todos os que se envolvem ...

A confiança custa muito a conquistar .. no inicio tem de ser acarinhada ... o mínimo grão de areia pode levantar duvidas e inseguranças e criar retrocessos, que sao também uma forma de nos irmos conhecendo ...

Noivo disse...

talvez se não se alimentar expectativas, tudo o que venha seja bom, no entanto é muito mais fácil de dizer que fazer....

aqui-há-gato disse...

O Prazer é passar pela Dor...
Mesmo que seja por breves segundos...


Gato

Bichinho disse...

Beijo fantasma.

carpe vitam! disse...

Não entendo essa perspectiva de não alimentar expectativas. Prefiro ter desilusões a não esperar nada. Não me quero contentar com o que acontece, quero procurar, quero sentir que tenho algum poder, alguma influência sobre o que acontece. Dá para perceber?

AmanteSensuais - Luis disse...

... é verdade Carpe .. nada cai do ceu dado de mao beijada .. para alem do mais .. o que é dificil de alcançar .. dá muito mais gozo depois ...

Ant disse...

Eu alimento expectativas, arrisco, caio, levanto-me e siga...

carpe vitam! disse...

ANT, és cá dos meus...

Quimera disse...

Compreendo-te tão bem!Mas n estaremos a exigir demasiado dos outros? Só podemos exigir o q as pessoas são capazes de nos dar. Às vezes pergunto-me se sou eu q estou errada por exigir tanto ou se os outros é q o estão por nem sequer tentarem dar um pouco mais. Talvez o melhor seja aceitar q n somos todos iguais, q temos visões diferentes da vida, das relações. Talvez o melhor seja respeitar essas diferenças.

Jinhos...

Ant disse...

Já tinha percebido... hehehe

arribro disse...

gostava de vos ver, de perceber se os vossos beijos chegam à minha boca.
Se as vossas mãos se tocam como eu imagino
se o meu olhar me levará a desejar ser outro corpo no meio dos vossos

carpe vitam! disse...

Oh, arribro... como é poderosa a imaginação! será que a realidade tem o mesmo poder?

arribro disse...

Como não sei onde está a fronteira, às vezes acredito que tudo o que imagino existe, ou não o conseguiria imaginar.
Mas não é da mente que falamos, a Mente, mente e a verdade é que me apeteciam corpos agora, já, com a urgência de um cio.

carpe vitam! disse...

arribro, se calhar a fronteira não existe, a imaginação tem poder para criar a realidade. cada mente vê as coisas à sua maneira, e o confronto pode ser produtivo. O sexo é apenas a forma mais básica de atingir o prazer urgente. Mas tu deves saber que existem prazeres mais calmos e prolongados... estou a adorar as tuas provocações, continua!!!