domingo, 25 de novembro de 2007

no canto do teu Sorriso


Olho-te, vejo-te a sorrir. Um esboço de sorriso.
Ah, que fiz eu para merecer tamanha oferta?
Essa dádiva convida-me ao deleite que é beijar-te.
Percorro-te os lábios primeiro com o olhar,
Depois com a língua, devagar.
Demoro-me nos cantos do teu sorriso.
Abro-te os lábios com a língua e passeio-me por eles.
Lábios nos lábios, língua na língua,
a beijar, a morder sem magoar.
Assim ficamos, deleitando-nos, a explorar
cada recanto das nossas bocas.


inspirado na ideia do "cantinho do sorriso" do Neptun'nus

3 comentários:

QJ disse...

Deleito-me com um beijo teu, com o sabor dos teus lábios nos meus, o calor da excitação da minha boca,

beijo

Emmanuelle disse...

a agradecer as tuas palavras de encorajamento a continuar...nem sempre é facil nestas lides blogosféricas onde o respeito pelos outros não existe...beijo...o beijo o eterno e antiga forma de dar sem receber e receber sem dar!

carpe vitam! disse...

emmnuelle, aqui terás sempre o nosso respeito.
Volta sempre. Beijo respeitoso no cantinho do sorriso :-)