quarta-feira, 2 de julho de 2008

Para alguém muito ESPECIAL!

video
"Era eu a convencer-te que gostas de mim
E tu a convenceres-te que não é bem assim...
Era eu a mostrar-te o meu lado mais puro
E tu a argumentares os teus inevitáveis

Eras tu a dançares em pleno dia
E eu encostado como quem não vê
Eras tu a falar para esconder a saudade
E eu a esconder-me do que não se dizia

Afinal quebrámos os dois...

Desviando os olhos por sentir a verdade
Juravas a certeza da mentira
Mas sem queimar demais
Sem querer extinguir o que já se sabia

Eu fugia do toque como do cheiro
Por saber que era o fim da roupa vestida
Que inventara no meio do escuro onde estava
Por ver o desespero na cor que trazias...

Afinal quebrámos os dois...

Era eu a despir-te do era pequeno
E tu a puxares-me para um lado mais perto
Onde se contam historias que nos atam
Ao silencio dos lábios que nos mata...!

Eras tu a ficar por não saberes partir...
E eu a rezar para que desaparecesses...
Era eu a rezar para que ficasses...
E tu a ficares enquanto saías
...Não nos tocámos enquanto saías
Não nos tocámos enquanto saímos
Não nos tocámos e vamos fugindo
Porque quebrámos como crianças

Afinal quebrámos os dois...

...É quase pecado o que se deixa...
...Quase pecado o que se ignora..."

Toranja, Quebrámos os dois

11 comentários:

Joana disse...

Passei para te deixar um beijo!

Otário disse...

quimera... será que me podias enviar esse vídeo dos Toranja? please...

:)

Miriamdomar disse...

Adorei os Toranja !
Curioso , acho que já vivi esta situação!!!!!!!?
Bjs

Pekenina disse...

Se quebraram os dois, então os dois juntam-se e colam os pedacinhos =)

Beijinho*

Anónimo disse...

pa k as palavras kando o k konta sao os actos.

komo diz parte de 1 musika:
as palavras sao tao faceis de dizer, tens de me mostrar o amor.

e ja la vao 6 meses.
lol
ass:fel da terra

Quimera disse...

A cada olhar, cada beijo, cada gesto, quebro um pouco mais. Perco-me na inevitabilidade do que negámos um dia!

Beijos...

doiSabores disse...

Tudo o que se quebra tem arranjo... Basta vontade

Beijos e abraços saborosos

luafeiticeira disse...

Gostei bastante do poema, mas coloco uma questão: tocamos ou tocámos? é que o acento marca a diferença entre o Presente e o Pretérito Perfeito e parece-me que este último tempo seria mais adequado tendo em conta o contexto.
Beijos da Carochinha (espero que gostes da nova história) e bom fim de semana que já se advinha.

luafeiticeira disse...

Gostei bastante do poema, mas coloco uma questão: tocamos ou tocámos? é que o acento marca a diferença entre o Presente e o Pretérito Perfeito e parece-me que este último tempo seria mais adequado tendo em conta o contexto.
Beijos da Carochinha (espero que gostes da nova história) e bom fim de semana que já se advinha.

Quimera disse...

Lua, é "tocámos". Desvantagens do Copy /Paste :-(

Jinhos!

Cão Sarnento disse...

Ora bem, eu não pretendo diminuir o valor poético da coisa, mas ao olhar para a imagem parada do vídeo, se repararmos bem na forma criada pela toalha e pelas luvas, a imaginação revela a aparência de um pénis erecto com os respectivos testículos! Mas pronto, pode ser apenas a minha mente hiperactiva a fazer asneiras.