sábado, 26 de dezembro de 2009

~43

Ai! Não posso crer! Começo a sentir contracções a meio da noite. Não podias ficar quietinho agora e deixar-me gozar um pouco mais deste estado de graça? Caramba!

Lá fomos para o hospital, a Catarina foi lá ter e eu insisti para que os dois assistissem ao parto. O parto correu bem, bem melhor do que eu esperava, é um menino! Foi muito bom ter os dois ao meu lado, deram-me imensa força. Penso que é realmente a minha oportunidade de me reconciliar de uma vez por todas com os homens.

Foi tudo muito rápido. O bebé aproveitou que estávamos os dois finalmente a dormir descansados para decidir nascer. Telefonei à Catarina e ela veio ter connosco ao hospital e assistiu ao parto. Ela é muito forte e eu sei que fará sempre parte das nossas vidas. Agora eu sei o quanto ela se empenhou para que esta história desse certo e estou-lhe imensamente grato.

Foi uma loucura, felizmente tudo correu bem, nasceu um menino, 2,950 Kg! Mal posso esperar para lhe ensinar tudo o que puder, educá-lo, vê-lo crescer!...Vou fazer tudo para isto dar certo.

Não faço ideia do que irá acontecer connosco, mas isso agora não me preocupa nada. O bebé está bem, eu estou bem, toda a gente à minha volta está feliz.

Havia esperança no ar, ainda há, posso cheirá-la. Ela estava com o bebé, num quadro perfeito de serenidade. Comecei a suspeitar que a ternura é a mais genuína demonstração de amor. Ela virou-se para mim e sorriu: “Promete-me que te vais esforçar por falar português sem sotaque.”
~

início

9 comentários:

Nanny disse...

Vocês estão a ver se me dá um ataque???

Cheguei aqui e não conseguia ler nada!!!! Comecei a pensar: Queres lá ver que os meus olhinhos deram o pifo.... chiça!!!!!!!

Feliz Natal, maltinha marada!!!!!!

:D

Beijocas gordas

carpe vitam! disse...

Nop, estávamos só a testar a perspicácia dos leitores, lol. na verdade o texto estava lá, mas muito pequenino... incompatibilidades entre o word e o blogger, vá-se lá perceber... agora está tudo resolvido. enjoy :)

Doce Veneno disse...

Opá... a sério, desde que começaram este conto que os meus olhos já se encheram umas quantas vezes de emoção.
Obrigado por estes momentos, o conto está fantástico.

Bom ano novo queridos!

carpe vitam! disse...

é sempre bom saber que os objectivos são atingidos, gracias Doce :)

If you Brosh it disse...

Bom Anus Novus

luafeiticeira disse...

Ufff, ainda bem que li os outroas comentários, pois como tenho andado afastada da blogolândia, até pensei que isto era verdade. lol
Feliz Natal
jocas

carpe vitam! disse...

bon anus novus tb para ti... if you brosh it!

Lua, Lua, Lua... será que era assim tão mau se fosse verdade? Eis uma questão que me tem atormentado um bocado... tenho de passar lá pelo teu estaminé a ver se me esqueço durante mais um bocado das agruras da vida...

Maria disse...

E pronto...desde o minuto que me deste o link até agora, só fui fumar um cigarro...

Era suposto dizer:

ah e tal, está maravilhoso e blábla

não vou dizer isso.
Mas honestamente tenho pena, que não consigas sentir a par comigo este nó na garganta, o arregalar dos olhos para a lágrima não cair (afinal devia estar a trabalhar e não a emocionar-me) e o sorriso satisfeito de:

ela também usa o cor de rosa!

abraço(te)

Ulisses disse...

Carpe Vitam!,

...como podes constactar, e em resposta, compulsivamente...

Gostei mesmo muito. Obrigado pela partilha.

:)