sábado, 29 de dezembro de 2007

o presente: a minha versão

Sábado, terceira parte.
Enquanto observava abandonado ao meu desejo, fui aliviando o tesão que elas me provocavam, com movimentos lentos e silenciosos, mas no momento do êxtase, não consegui conter uns gemidos. Elas, que até ali pareciam ignorar-me, olharam em mim e sorriram. Limparam com a boca o resultado do meu prazer, envolveram-me no meio delas e eu senti-me nas nuvens. O meu amor pediu à nossa amiga para me beijar e beijou-me de seguida. Ser mimado por duas mulheres em simultâneo é delicioso. As duas a percorrer-me o pau… é um remoinho de prazer alucinante. Mimar duas mulheres simultaneamente é uma grande responsabilidade. Eu fui-me aguentando, deixando-as fazerem o que quisessem comigo. Não nos esquecemos dos preservativos, pois embora estivéssemos à vontade na questão das doenças, não queríamos facilitar em relação a gravidezes não desejadas. Felizmente estava bem disposto e consegui chegar para as duas de uma forma equilibrada. Isto foram elas que me disseram, porque no meio de tanto desejo, o instinto tomou conta de mim e não me preocupei com mais nada a não ser satisfazê-las, satisfazendo-me a mim também.

A partir deste episódio, gerou-se uma cumplicidade ainda maior entre nós os três e especialmente entre mim e o meu amor. Os nossos sorrisos trocados sem motivo aparente tinham de ser disfarçados para que ninguém se apercebesse do nosso pequeno segredo.

15 comentários:

Man in Rose disse...

claro que é bom....mas olha que há outras variantes tão boas como essas, basta que se passe a parte da insegurança

Gata Verde disse...

Hoje não te vou "provocar",venho apenas desejar-te um FELIZ 2008!

Bjs

Pekenina disse...

Hm...a parte do preservativo conheço de algum lado...hehe ;)

Beijos grandes*

cereja disse...

Entrei no carro preparada para mais uma viagem de três horas. O nevoeiro muito denso tornou-a mais longa. Guiava a adivinhar a estrada.
Surgiram os três no meio da névoa. Sorri e deixei-vos dançar e deixei-me ir, nesse densidade absoluta que é a mente.
Foi uma longa viagem a quatro. A bruma dissipou-se. Foi então que aconteceu muito rápidamente, a 150 km à hora.Tive um orgasmo longo e poderoso, sem nunca tirar as mãos do volante.
Senti-me como o peixinho da Anais Nin, que fazia amor na piscina a 90 km à hora

QJ disse...

a doce provocação, a doce partilha, a mente sempre aberta para novas experiências, só é necessário que a sedução faça a sua parte

Shelyak disse...

Maravilha.... faço minhas as palavras do Man in Rose, com sua licença, claro :)

carpe vitam! disse...

com certeza que sim, não esqueceremos todas as variantes, assim que a confiança der lugar à segurança ;-)

luafeiticeira disse...

Li todos os textos com muita atenção e gostaria que aceitassem a minha crítica como algo construtivo, até porque este é um dos meus blogs preferidos: faltam os pormenores do sexo, ficámos sem saber o que fizeram, além dum beijo e dumas massagens, claro que poderemos pôr a nossa imaginação a trabalhar, mas é um pouco frustrante ler tantos pormenores e faltarem os mais importantes:-)
Já agora, se esse é o presente que "ele" lhe ofereceu, o que será que vai exigir? lol
beijos e bom ano. Que nunca vos falte as forças, porque a tusa já a têm

carpe vitam! disse...

cara lua, obrigada pelos teus comentários. Em relação aos pormenores, já foram bastante explanados na primeira versão do texto, se leste tudo, deves ter reparado nisso também. Para além disso, prefiro dar aos leitores espaço para a imaginação, mas se depois de leres tudo ainda achares que alguma coisa deverá sedr esclarecida, pois terei todo o gosto em o fazer. ;-)

carpe vitam! disse...

além disso, quando ofereço um presente não estou a pensar em fazer exigências a seguir. ofereço porque me apetece e sei imediatamente que a satisfação da pessoa que o recebe é a minha satisfação também :-)

Noivo disse...

está de tirar o fôlego!
Bom ano de 2008!

luafeiticeira disse...

Não me peçam para continuar a história, please.
Quanto ao presente, estava a brincar, lógico.
beijos

julio 135 disse...

Concordo com a Lua Feiticeira, faltou mais descrição na versão apresentada. Esperamos novos desmembramentos no domingo....ou não aconteceu nada? Não foi um fds? A confiança permitirá novos desdobramentos e novas emoções?
bjs
Julio135

carpe vitam! disse...

Muito bem, sgradeço as vosssas opiniões, o próximo exercício será feito com bastante pormenor, posso já adiantar ;-)

Viajante pelos Sentidos disse...

uiiiii...
Agora já posso respirar!
Adorei Carpe!
Um beijo viajante...