terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Natal...



Natal adj. respeitante ao nascimento; natalício; pátrio; s. m. dia ou época em que se comemora o nascimento de Jesus Cristo. Lat. Natale

Tenho de dizer que detesto o natal comercial. Detesto prendas por obrigação, luzinhas, sms de natal, cartõezinhos com pai natal e azevinhos e sininhos, árvores de natal, luzinhas, canções de natal, publicidade de tv e todas essas merdas. Ignoro-as o máximo que posso.
Felizmente essa fase já está a passar este ano, resume-se agora ao lixo monstruoso que se acumula nos caixotes das zonas mais abastadas das cidades – quanto mais dinheiro, mais lixo.
Este é um dia triste para muita gente, pessoas sem família, crianças que não recebem prendas, é muito triste.
Mas afinal de contas, deve-se comemorar o Natal nesta época, apesar de muito provavelmente Cristo não ter nascido neste dia, o que importa é a intenção. E nem tudo é mau nesta altura, gosto da parte de reunir a família, de comer até fartar, das gargalhadas. Mas também podemos fazer isso mais vezes, noutras alturas do ano, não podemos?
Por isso, espero que compreendam o meu espírito natalício, e o que eu quero é que se repita sempre que possível, sem prendas obrigatórias, sem luzinhas nem sininhos, mas com amor, e paz, e saúde, e todas as coisas verdadeiramente boas da vida.
E porque o Natal afinal é nascimento, uma palavra especial de apreço a todos os aventureiros que decidiram ter filhos nestes tempos conturbados, desejo-vos muito boa sorte! Afinal, os bebés continuam a ser o maior símbolo de Esperança de Natal.

7 comentários:

QJ disse...

PAZ!

AMOR!

BOA VONTADE!

(...)

Oct disse...

Começou por ser um comentário, mas acabou por ser um post no meu cantinho.

Concordo com tudo o que foi dito.

BoAs FeStAs

Pekenina disse...

O Natal é quando o Homem quiser por isso hoje é dia 26 e digo na mesma: FELIZ NATAL :)
Beijos*

bruxinhoskidos disse...

Meninos provocadores têm um prémio no nosso estaminé.
É favor passar por lá para receber a distinção.

Jocas boas

Alguém Comum disse...

Por isso só ofereci prendinhas mimosas e baratas, porque o gesto é tudo e gastei menos 74.3% de dinheiro em prendas este ano.


Beijos discretos

carpe vitam! disse...

lol! acho que na melhor prenda que eu dei este ano não gastei dinheiro nenhum e deu-me imenso prazer prepará-la... é só preciso um pouco de jeito e muita imaginação! ;-)

ROSINHA disse...

Que lindo...