sábado, 21 de maio de 2011

carpe somnium [5]


Começo a ouvir os sons que eles fazem. Até são discretos, mas o meu super ouvido onírico é capaz de escutar o roçar da pele como se fosse um avião a levantar voo. Claro que depressa me arrependo do meu ataque de estupidez aguda quando decidi deixá-los sozinhos. Paro de chuchar nas azedas e decido espreitá-los. É que nem sequer preciso de procurar um buraquinho, a minha visão penetra as várias camadas de matéria que nos separam e faço zoom ao que mais me interessa. Oiço a Bjork, numa daquelas músicas que me arrepiam, o que costuma ser um bom indício de qualidade:

You'll be given love
You'll be taken care of
You'll be given love
You have to trust it
Maybe not from the sources
You have poured yours
Maybe not from the directions
You are staring at
Trust your head around
It's all around you
All is full of love
All around you
All is full of love
You just ain't receiving
All is full of love
Your phone is off the hook
All is full of love
Your doors are all shut
All is full of love!
(...)
All is full of love
All is full of love…

Natural, sem corantes nem conservantes, simplesmente lindo e tremendamente excitante. Não resisto a juntar um molho de azedas esfregar-me nos caules. Eles estão mesmo compenetrados a curtir a cena que entretanto mudou de cenário – o quarto luminoso onde os deixei é agora um templo vermelho-alaranjado com cheiro de canela. Estou eu a preparar-me para me pirar e deixar o casalinho dar largas à luxúria, quando ela olha para cima e diz:
- Salta lá daí e vem cá.
- CATRAPUM! - Assustei-me com ela a olhar na minha direcção, com aquela expressão “foste apanhada no teu próprio sonho, não tens vergonha?” dei um pulo e vim cá parar abaixo, fazendo algum estrondo.
Felizmente, caí em cima de um monte de almofadas. Que palhaça, pá. Não sei como raio fiz aquilo, estava a pairar no meio da matéria, e quando ela me chamou, tornou-se instável.

2 comentários:

ROSINHA (tilida5ever design) disse...

Bando de ingratos/as!Acabei de vos lamber a todos no meu blog e nem agradecem...

carpe vitam! disse...

que mau feitio, rosinha! gracias pela lambidela ;)