sexta-feira, 22 de agosto de 2008

provocação gratuita 30

“Ter o Diabo no corpo não é só arder com a vontade de foder! (…) É a vontade de sermos verdadeiros com aquilo que queremos para nós e dos outros!”

cão sarnento, especialmente dedicada a esta Diaba

11 comentários:

vsuzano disse...

e como é verdade.... até parece um mandamento do céu.... hehehehe


bom fim de semana

miriamdomar disse...

Verdades destas, é que nós precisamos de ouvir todos os dias! Para não nos esquecermos daquilo que realmente queremos! Que é, ser felizes!
E ás vezes, nesta ansia de ser felizes ,esquecemos um pouco, o que realmente queremos!
Bom fim de semana

diabo no corpo disse...

uma provocação dedicada a mim! ena :D

ora bem, que posso dizer?... não sou lá muito boa em psicologia analítica, e longe de mim generalizar... mas só posso dizer que ter o diabo no corpo me ajudou a descobrir o que quero!

carpe vitam! disse...

Personificações e metáforas à parte, dizer que se tem "o diabo no corpo" é uma forma de nos tentarmos desresponsabilizar pelos nossos actos. Podemos culpar Deus, o Diabo, o Pai Natal, a Biologia. Mas o que é facto é que somos nós que temos o comando, do corpo e da mente.
Mas o Chifrudo tem as costas largas...

Bem Resolvida disse...

Eu ando com o diabo no corpo ultimamente.

Sinto arder com a vontade de fuder, e sou muito verdadeira naquilo que eu quero.

bom fim de semana

carpe vitam! disse...

nota-se que és bem resolvida! sempre achei que as pessoas bem resolvidas sexualmente, conseguem ir mais longe...

Excelente fim-de-semana para ti!
(de preferência com umas belas fodas bem resolvidas! ;)

Shelyak disse...

E aí, tenho mesmo o diabo no corpo... ufffffffffff e de que maneira...
:))))

Moura ao Luar disse...

A vontade de foder de nada nos serve se não soubermos ser sinceros e mostrar aquilo que realmente nos leva ao ponto máximo do prazer... sem tabus nem preconceitos

carpe vitam! disse...

é claro que quando o que nós queremos dos outros choca com o que eles querem, não é fácil...

Cão Sarnento disse...

Tiraste-me as palavras da boca... literalmente.

carpe vitam! disse...

Tirar as palavras da boca de alguém interessante é uma daquelas coisas interessantes que me dá gozo fazer ;)