terça-feira, 26 de abril de 2011

carpe somnium [1]

início

Sinto o telemóvel a vibrar. Cão Man? O que é que este gajo quer? Vou até à rua e atendo para satisfazer a minha ávida curiosidade:
- Tou?
- Olha lá, amanhã vou ter de ir a Aveiro, queres vir ter comigo?
Aveiro, amanhã, ter… CONTIGO?!?!!?? Ok, por esta é que eu não estava à espera. É que não estava mesmo nadinha à espera. Já tinha pensado como iria reagir numa situação destas, e invariavelmente sabia que me iria engasgar.
- Aaaaaaa, eh, pois… tenho de ver. Eu amanhã de manhã ligo-te ok?
- Ok, inté.
- Xau.
Deve estar a gozar comigo, deve ser isso. Amanhã vai mudar de ideias. Afinal de contas, quando nos encontrámos tinha dito que não estaria disponível e depois apareceu. E da outra vez disse que viria mas à última da hora, mudou de ideias. É. Amanhã vou ligar-lhe e dizer que não vou. Não vou? Carpe vitam, gaita! Queres aproveitar a vida ou deixar que ela te escorra pelos dedos? Caramba, caramba, caramba, tenho de ter uma conversa com o meu amor. Vou ter com ele ao sofá e entrelaço-me nele com se fosse um gato:
- O Cão ligou-me.
- Ai sim?
- Foi. Perguntou-me se quero ir ter com ele a Aveiro amanhã.
- Suponho que o convite seja só para ti.
- Pois…
- Queres ir, não queres?
- Quero.
- E não estás à espera que eu te impeça, pois não?
- Não, mas não sei se deva ir. Além disso o mais certo é amanhã ele dizer que mudou de planos. Não te quero magoar por causa de um capricho meu.
- Se eu não te conhecesse…
Sorrimos. É tudo quanto é preciso. Abraço-o e sussurro-lhe ao ouvido:
- Amo-te!
- Muito…
Continuei sem suspeitar da partida que a minha mente inconsciente me estava a pregar. Esperei até ao final da manhã para lhe deixar uma sms “conta comigo”. Noutra devolvia-me as coordenadas do local e a hora.

Ok, há qualquer coisa aqui que não bate certo, isto está a correr demasiado bem. Olho para as minhas unhas com uma ligeira esperança de as encontrar normais, e na verdade estão, ou melhor, começam a mudar lentamente, da raiz até à ponta, da cor natural para um vermelho escuro e crescem um pouco mais! Umas unhas absolutamente perfeitas! Isto para uma roedora inveterada de unhas em fase de abstinência é absolutamente fantástico! O já tradicional friozinho apodera-se da minha barriga após a confirmação: “Só posso estar a sonhar!”

continua aqui

19 comentários:

Ulisses disse...

...estou curioso por ver as reacções...

:)

Stargazer disse...

fico expectante...

(não entendo a relação entre as unhas e a probabilidade dele se baldar, mas ok!)

Beijo perfumado :)

Mulherómem disse...

Isso bem pode parecer uma estória minha...
Acho maravilhosa a "aprovação" do teu amor.

carpe vitam! disse...

Ulisses, eu tb! ;)

Stargazer, as unhas não têm qualquer relação com a probabilidade de ele se baldar, as minhas mãos são apenas um indicador que tenho de que estou a sonhar, quando as encontro diferentes da realidade (muitas vezes com estranhas deformações, neste caso subtilmente melhores que na realidade).

Mulherómem, a parte melhor é que ele não difere muito disso na realidade :D

pink poison disse...

A cumplicidade no sofá é estrondosa e para poucas mentes!

Cão Sarnento disse...

"Cão"? "Inté"? (hum... noto aí umas certas similaridades entre esta ficção e uma certa realidade... mas também pode ser uma alucinação minha, claro).

carpe vitam! disse...

Pink Poison, o sofá presta-se muito a cumplicidades destas ;)

Cão Sarnento, toda a ficção tem uma certa base de realidade, não? Mas também será com toda a certeza uma alucinação minha ;)

Pekenina disse...

A conversa de sofá é simplesmente fantástica...

Rafeiro Perfumado disse...

Que fique claro que o cão não é representado por mim. ;)

carpe vitam! disse...

ó rafeirito, acho que está bem claro que tu és outra raça de cão, outro cheiro, és rexona - nunca falhas! ;D

Cacarol disse...

Tanto cão...

Mal Educado disse...

e tão poucos ossos

carpe vitam! disse...

ahahaahah, mas isto ainda está muito no início! esperem pela continuação e verão que não haverá mais cães. Haverá sim alguns ossos, mas sobretudo, muita carne (e uma ou outra parvoíce lá pelo meio. ok, bastante parvoíce) e mais não digo! ;)

Engonha McQueen disse...

caaaaaarne! hahahaha. sei! ;p acho que deveria dizer-te que eu sou quase vegetariana mas pouco dada à mistura de grelos...

olha uma coisa, tu andas metida nos cogumelos alucinogénicos, não andas? ahaaha

carpe vitam! disse...

Cara Engonhita, "quase" e "pouco" são óptimos estímulos para a minha imaginação sedenta! Acaso terás tu provado grelo estragado? Dizes que não a uma sopa variada com grelo na mistura? E uns belos grelinhos tenrinhos salteados? E com bróculos e queijinho gratinado por cima, resistes?
Eu gosto muito de cogumelos e se há coisa que eu adoro também são metáforas gastronómicas, mas tu que já me conheces minimamente, achas que eu preciso de fungos para alucinar?
E depois o sonho é o alibi perfeito - posso fazer tudo o que me apetece sem ter a responsabilidade de arcar com as consequências na realidade ;)

Engonha McQueen disse...

Hahahaah… o que eu já comi nem às paredes confesso! Mas sopa variada é coisa para dar muita flatulência. Além disso, como saborear o verdadeiro sabor do grelo, ou do bróculo ou até do queijo, se está tudo amalgamado? Os receptores gustativos (belo!) ficam extremamente confusos! Nãaaaaa… Eu cá sou toda unilegumóide… mas uso e abuso das especiarias:p

(é claro que sonhar é um óptimo exercício de criatividade, para não falar que diverte à brava!)

Petra disse...

ui agora fiquei curiosa para saber o resto.... hehe

carpe vitam! disse...

engonha, está certo... não se vá dar o caso típico de dizer que não se gosta antes de provar ;) Mas olha que uma alimentação saudável requer alguma variedade, e além disso, para degustares ao máximo um bom prato, tens de conseguir distinguir todas as cambiantes do seu sabor, perceber onde começa o tomate e termina o nabo e ainda assim saber apreciar a sua conjugação ;) Mas eu não insistirei mais, creio que cada qual terá de fazer as suas experiências culinárias para descobrir do que é que gosta.
Haja papila gustativa!

Ao menos no SONHAR estamos de acordo: diverte, não paga imposto e faz tão bem à saúde!... ;D

carpe vitam! disse...

Petra, stay tuned, para a semana há mais ;)