segunda-feira, 25 de abril de 2011

LIBERDADE!

Neste dia quente de Abril
celebramos o teu nascimento
e esperamos que renasças a cada dia!

 
foto por Imperator
editada por carpe vitam!

14 comentários:

M. disse...

Mais porno não há!!!!

carpe vitam! disse...

Achas mesmo?

Cacarol disse...

Não estou a ver onde está o cravo...

carpe vitam! disse...

caracolinha, a liberdade (simbolizada pelo cravo) está literalmente a nascer... ;)

pink poison disse...

Que bela foto!!!

Cacarol disse...

Ah!

Pekenina disse...

Adoro a fotografia. Gosto sempre das tuas edições. E o Imperator tem sempre bom olho ;)
Vou irando pétala a pétala na minha cabecinha...
Beijinho

Anónimo disse...

25 de Abril nem pelo olho do cu acima.

Reviralho

carpe vitam! disse...

pelo olho do cu acima seria mais pornográfico. o conceito aqui tem mais a ver com "dar à luz a liberdade", era para ser uma coisa poética. que tens contra o 25 de Abril, reviralho?

Anónimo disse...

OOOHH provoca-me…
Contra o 25 Abril nada, contra os cravos, talvez…. Para além de ser vermelho, murxar rapidamente e ser barato não tem cheiro característico. Talvez por isso o povo gostar tanto deles…Acho que na tua perspectiva poética “de dar à luz” não escolhes-te bem o local e a flor adequada, porque através daquele canal mergulhado em cravos de Abril só consistentemente vislumbrar “quasepoetas” sonoros e mal cheirosos. È um autentico “non sense” a tua afirmação!!!
Talvez uma rosa, talvez Abril, talvez a luz de Maio, mas nunca os pobres cravos, se bem que as rosas tenham espinhos e o povo sempre preferiu viver com os pobres cravos. Né.
Está-me a parecer que também pertences à geração à rasca, afasta-te disso…aí como disse o “Senhor” não encontrarás a verdade.
Bem para hoje já basta, e que se foda o 25 Abril. OH Provoca-me ainda não entendeste que aquilo era uma inevitabilidade histórica, e o meu pai “esquerdista pateta” antes de trazer para casa comida para a minha irmã e mãe andava era atrás de bandeiras e de cus engalanados com cravos e eles a passarem fome (cá o reviralho, esta criatura quase perfeita só saiu uns aninhos depois e em mar chão..)
Vermelhos, judeus e jacobinos deviam todos ser “afogados intelectualmente” no mar do esquecimento, e a partir daí talvez possa brotar, quem sabe, uma rosa ou mesmo a verdade que tu eventualmente procuras!!!

Reviralho

carpe vitam! disse...

Ó Reviralho, tens sim, mas deixa-me dizer-te que aprecio bastante o cravo vermelho, não murcha assim tão rapidamente porque esse que aí vês na imagem, apesar de ter estado no sítio onde esteve e estar sem água desde então, ainda mostra a sua frescura em cima da mesa da sala e tem perfume sim senhor (misturado com o aroma da cavidade que o albergou) cheira ao doce perfume da liberdade! E é inegável o seu papel simbólico em Abril, também apelidada de Revolução dos Cravos.
Inevitabilidade histórica ou não, aconteceu e eu gosto de lembrar. Respeito a tua opinião, mas continuo com a minha: viva o cravo vermelho e tudo aquilo que a tua incorrecção política achar assim de repente que deve ser esquecido!

(Sim, porque o "reviralhismo", apesar de fracassado, também fez parte da nossa História! ;)

Anónimo disse...

esta engraçado sim senhora.
parabens.


Ass: Félix

carpe vitam! disse...

gracias felix ;)

Sem Reino disse...

ah pois que eu gosto...e já fiz gostar...tal qual! :)

Imperador...isto ainda são uns anos de post's vossos atrasados que tenho por ver! :)