sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

provocação gratuita 46

"Amar é sofrer. Para evitar o sofrimento, não se deve amar. Mas, depois sofre-se por não amar. Assim, amar é sofrer; não amar é sofrer; sofrer é sofrer. Estar feliz é amar. Estar feliz, então, é sofrer, mas sofrer faz-nos infelizes, assim, para se ser infeliz, deve-se amar ou amar para sofrer ou sofrer de demasiada felicidade."

Woody Allen, Amor e Morte

30 comentários:

Ana Laranja disse...

É tudo muito simples. No final de contas a galinha atravessou a estrada para ir ao outro lado comprar um par de sapatos e os ovos ficaram na incubadora a sofrer mutações genéticas que lhes dariam eventualmente polegares oponíveis.
Ou estamos a falar de outros animais?
Bom, o que importa realmente é que os pastéis de belém são muito melhores comidos bem quentes.
Peço desculpa.. qual era a pergunta?

o casalqseama* disse...

valeu a tentativa do woody... mas amar e sofrer são duas coisas indefiníveis! tantar entendê-las é pura loucura!


rsrs

bjs da fê =D

Otário disse...

eu adoro o woody allen... já li algumas obras do senhor e aprecio-o bastante. Quanto a filmes, até hoje, ainda só tive disponibilidade de assistir a um (metade de 1 vá lá... ).

Quando à citação, penso que... sim senhora... trata-se de um pensamento bastante elaborado. No fundo, desta feita, talvez não seja algo de discórdia/concórdia mas de análise.
Muito bem...

Parabéns por teres publicado algo tão belo!

heatchcliff disse...

muito bem, sempre Woody Allen.
verdade, tudo o que ele diz, com algum humor, ma verdade.
falta um comentário no meu blog.
gostaria imenso de saber o que pensas, lá.
para isso terás de ir ao aqui. fundamental!
Bom Dia

ps_não funciono com site meters lá não existe nenhuma maneira de saber num de IP. nada disso. para quê?

heatchcliff disse...

não tenciono denunciar ninguém ;)

carpe vitam! disse...

Ana Laranja, é isso tudo!

carpe vitam! disse...

casalqseama, é verdade, mas são as duas coisas muito parecidas, não? às vezes em demasia...

carpe vitam! disse...

otário, "algo tão belo"? dá os parabéns ao Woody então...

carpe vitam! disse...

heatchcliff, que raio de mania de perseguição é essa? Só pelo que escreveste, reconheci-te, não preciso de IPs nenhuns. Mas o que é que isso interessa?

otário disse...

parabéns woody... ele tem o costume de visitar este blog?

Christallina disse...

putz... eu achei engraçado. =) ... peraí, acho que vou ter que ler de novo... =]

carpe vitam! disse...

otário, não me consta que ele leia este blog, vais ter de encontrar outro veículo para lho dizer. Olha que tu e ele davam uma dupla criativa do caraças!

carpe vitam! disse...

christallina, eu também tive de ler umas quantas vezes antes de achar que aquilo podia fazer sentido para mim.

Jo disse...

Interessante...
Beijo grande.

heatchcliff disse...

Quem foi o sacana que escreveu dois comentários em meu nome.
é preciso ter lata!

blackangel disse...

é preciso não terem vergonha nenhuma.
hehehehehe!
noites Boas

carpe vitam! disse...

lol para vocês também ;)

Anónimo disse...

Sinceramente para quem não consegue interpretar o que esse senhor quiz dizer, pode correr o risco de pensar que o dito estava a esforçar-se imenso para dizer algo inteligente. Lamento informar mas para mim o citado senhor é um trapalhão sentimental que acima de tudo revela uma grande incapacidade de se exprimir correctamente. Qual génio qual quê...

carpe vitam! disse...

quem diz que os "trapalhões sentimentais" não podem ser geniais?

Anónimo disse...

Muitas vezes os ditos sofrem tanto de amores que empregam todo o seu tempo a pensar em sexo e isso por si só é um entrave a que consigam congeminar algo de genial a não ser que considerem um génio alguém que consiga tirar as cuecas a uma mulher?!?!

carpe vitam! disse...

ahah! Depende da mulher. Algumas cuecas são mesmo difíceis de tirar! E depois, dá jeito distinguir sexo de amor. Se bem que os dois ingredientes quando se misturam, costuma ser bom. então com uma pitadinha de paixão...

Moura ao Luar disse...

VIVER!! Sem sofrimento nunca poderemos sentir a felicidade, portanto toca a amar, sofrer, viver, ser feliz. Beijo

Miriamdomar disse...

Quem ama sofre!
Quem não ama sofre!
Mas se o amor entre duas pessoas for correspondido , torna-se forte e consegue vencer o sofrimento!
Será utopia?
Que se lixe ! Já não digo coisa com coisa !Ou se ama e se é amado, ou não ! O resto, são tretas!
Gosto muito do Woody mas ele, ás vezes, dá-me cabo da cabeça!
Bom fim de semana
Bjs

Anónimo disse...

R':
Se nunca amou, nunca hade sofrer...se nao sofreu é porque nao amava nem sentia aquele desejo enorme de estar com essa pessoa. amar essa pessoa pode-nos fazer felizes, infelizes. Sao as coisas da vida.

Anónimo disse...

Parece-me um tanto deturpada a tua noção de amor... o amor não tem de ser uma coisa doentia quase como uma obcessão!!!!

carpe vitam! disse...

eu diria que o amor não tem nada de doentio ou obsessivo, quando existe algo com esses nomes, não é com certeza amor. mas que pode fazer sofrer, lá isso pode. assim como, com um bocado de sorte, também nos faz felizes :)

QJ disse...

amar é amar.

sofrer é sofrer.

se juntamos ambos, amamos segundo as regras Nietzscheanas resultando em sofrer o nosso amor, e dele retirar mais prazer, pois damos mais sem nada pedir, e continuamos a dar mais de nós, tal como Prometeu, eternamente sofre por ter cumprido a sua palavra.

A felicidade,o amor, a alegria, nascem sofridas, pela luta diária para que a felicidade, o amor, a alegria possam vingar puramente

Ninfa virgem disse...

Também se sofre quando não se tem nada para a amar ou simplesmente se se é incapaz de amar!

Argh, já dei a volta aos neurónios.

Beijo

DESIRE disse...

Não conhecia. Mas gostei muito.
Bom domingo!
Beijos prometidos

carpe vitam! disse...

ninfa, que é feito do teu blog?

desire, se puderes, vê o filme :)