segunda-feira, 17 de março de 2008


...a voz desta mulher. tenho os pelos todos em pé, inclinados na direcção das colunas de som. nos braços, nas pernas, na nuca. Não me arrepio com qualquer coisinha, mas os agudos cristalinos desta soprano têm qualquer coisa de divino:





Maria Callas, A Rainha da Noite



existem mais algumas coisas que me deixam assim, numa sensação que eu não sei bem como definir, é estranho. mas geralmente significa que estou a passar por uma boa experiência :-)
acontece com alguns sons, e com alguns toques, com alguns sabores ou aromas. raramente me arrepio com o que vejo.
a seu tempo, trarei aqui alguns desses arrepios.

imagem: gettyimages, com um arrepio meu

4 comentários:

Dark Red disse...

Uso os arrepios como medida de qualidade de muita coisa.
Beijos no pescoço, por exemplo. Os melhores são os que me deixam os pelinhos dos braços todos arrebitaditos.

Teresa disse...

sim, defacto alguns sons arrepiam a espinha... Tens toda a razão...
Passei por aqui para agradecer o coment que fizes-t no meu espero voltar a receber brevemente a tua visita...
Bjxxx

Bichinho disse...

Bons arrepios...beijo fantasma.

Leão da Estrela disse...

Raios, que até se me arrebitou a beldroega!
Como disse lá no tasco, esta voz tem a chave do meu saco lacrimal. Não há volta a dar...