sexta-feira, 10 de maio de 2013

diálogos (im)prováveis XXII

video

Person of Interest, S2e21:- Zero Day

Sou só eu ou este tipo de diálogos dá um certo tesão? As últimas duas linhas, então... o resto é contexto:

Guarda: Sit down. Your lawyer's here.
Ela: You were expecting somebody else?
Ele: I need to get out of here. I have to find Harold.

Ela: I'm not sure Harold wants to be found. At least not by you.
"- 9-1-1 emergency.
- Yes, I'd like to report a break-in at the home of Ernest Thornhill by an extremely dangerous man."
Ele: Root could have forced him to make that call. 

Ela: Either way, if those two have history, odds are she's with him, so I need you to find Harold for me. Can you track him? How? You put a bug on your friend?
Ele: Just his glasses. I've lost people before, so when I care about someone, I plant a tracking device on them.
Ela: I can understand why you and Harold get along.
Ele: Well, unless you've got some kind of plan to get me the hell out of here...

Ela: John. This is the plan.
      I'm this way.
Ele: I'm driving.
Ela: No. No, you're not.

12 comentários:

Ser. Como. Agua disse...

Não há nada como juntar duas personagens, ambas com um forte carácter.

Quando combinam bem,... nunca se consegue distinguir, que lidera, quem seduz, quem controla.

Neste caso,
A dominância tanto esta de um lado como do outro, e a transição é feita com tanta classe e qualidade que o movimento passa harmoniosamente despercebido.

Que cumplicidade conseguem transmitir em tão pouco tempo !

A conversa da pica a ambos,...
E a quem entre linhas sabe ler.

carpe vitam! disse...

Tens razão, mas nesta cena acho que claramente é ela que domina desde o início. ele bem que tenta no final virar o bico ao prego, como que a dizer: "pronto, pronto, já tiveste o teu momento, agora é a minha vez". Mas ela baixa-lhe a bolinha cá com uma pinta!...
Eles já tiveram mais alguns momentos, alimento alguma esperança que a coisa dê cama. Ou mesa, ou consultório de dentista... o sítio não é muito importante ;)

Maduritasexx disse...

Gostaria de trocar enlaces con usted Maduritasexx

Ser. Como. Agua disse...

Consultório de dentista?
Há muitos sítios que me vem a mente,...
Há muitos sítios em que já consumi o acto,..

Mas nunca pensei em fazer nada no consultório do dentista.

Apesar da assistente ser uma brasa,..
A broca fazer um barulho parecido com um vibrador (quando não esta a perfurar),..

Aquele ambiente estéril,branco, por vezes cheirando a éter,... e só a ideia de ter aquela broca a fazer uma limpeza ou mesmo a perfurar,...tira-me qualquer pica.

carpe vitam! disse...

Consultório de dentista foi a segunda coisa que me passou pela cabeça. Podia ter dito provador de roupa de centro comercial ou qualquer outro cliché que me passasse pela cabeça, já que frisei que o sítio não é assim tão importante.

No último episódio desta segunda série, ela volta a conduzir com ele no carro, mas dessa vez, dá-lhe uma arma consideravelmente grande para compensar. Ahaha!

Ser. Como. Agua disse...

Arma grande,..LOL,..
Não me quero prenunciar mais.
Mas tinha resposta boa para tal acto !

O local de facto pouco interessa, mas alguns locais proibidos acrescentam uma dose de adrenalina interessante.

Não sei,..algures na Assembleia da Republica,..ou mesmo em cima de uma secretária,.. em São Bento.

Estou certo que a maioria da população não me levava a mal.





carpe vitam! disse...

Sim, depois de todas as faltas de respeito que acontecem nesses sítios, uma foda era o menos.

Mas conta lá qual era a resposta que darias à moça. Era dizer que a tua já é suficientemente grande?

Ser. Como. Agua disse...

Ohh,..
Dizer que o meu aparelho era grande,.. ou suficientemente grande,..
Seria uma falta de classe, alem de barbaramente vulgar.

Alem disso, estaria a criar expectativas a quais o meu dito cujo podia ou não corresponder.

A final,..grande é relativo, susceptível a avaliações individuais.
Ainda ficava mal por me ter armado, e por não ter correspondido.

Prefiro ficar calado, não levantar muitas onda, para não me verem,.. até ao momento que viro a esquina.
A surpresa sempre foi uma arma mortífera.

E seguindo essa ideia responderia algo como;

Fica com ela, que eu tenha a minha surpresa! E piscava-lhe o olho.

carpe vitam! disse...

ahahahaha! eu sabia... ;P

Ser. Como. Agua disse...

Gosta-te da resposta?
Sabias o quê ?

Que eu sou modesto ?
Ou que não mordia o isco a primeira (seja a provocação)?

carpe vitam! disse...

Ora... tss, tss ;)

Vicente Intenso disse...

MUITO BOM!!!