quinta-feira, 16 de junho de 2011

provocação gratuita 78

Tens a oportunidade de voltar a ter sexo com duas pessoas: uma que te dá um tesão tremendo, mas na cama tens de ser tu a fazer tudo; outra que não te dá tesão nenhum, mas na cama faz tudo o que quiseres. Qual escolhes? Nenhuma? As duas? Porquê?

22 comentários:

Vício disse...

simples! mete-se a que não faz nada em posição e como a outra faz tudo o que quisermos, mete-se essa a mexer o corpo da outra...

carpe vitam! disse...

parece-me um plano brilhante se conseguires convencer as duas a alinhar ;)

M. disse...

Gosto de fazer na cama. E de não fazer. 3 é muito?

carpe vitam! disse...

"3 é a conta que Deus fez" ;)

O Santo Diabinho disse...

carpe vitam

Pode ser à vez?
Será pedir mto?
;)

Bjs

Imperator disse...

duas PESSOAS assim indefinidas é de resposta difícil

Pekenina disse...

A primeira sugestão parece-me brilhante, realmente... Mas por mim a solução é simples: se não há tesão o que é que vou pedir a alguém para fazer, se nem vontade há de fazer o que quer que seja?
E se o tesão existe, não me importo nada de andar em "longos passeios" :) (mas tudo deve ter o seu equilíbrio...)

Beijinho

Cão Sarnento disse...

Primeiro, por que raio tens tesão por alguém que já sabes que não mexe uma palha na cama? Segundo, por que raio hás-de querer ir para a cama OUTRA VEZ com alguém que não te dá tesão algum? (isso é para gente casada... ahah) Terceiro, que se fodam os dois (pode ser que se entendam... ahah).

carpe vitam! disse...

ó santinho diabo, sabes que por mim, tás à vontade, é preciso é que as pessoas se entendam!

Imperator meu amor, podes materializar em alguém que conheças, se isso tornar o exercício mais fácil de resolver ;)

Pekenina e cão sarnento, eis uma questão que me fez pensar antes de fazer a pergunta: que raio faz uma pessoa na cama com alguém que não lhe dá tesão? Pois surgiram-me duas possibilidades: ou a pessoa não está na posse das suas faculdades mentais (por ex, bebeu uns copos a mais, uns ácidos, whatever, nunca me aconteceu) ou está numa de experimentar tudo (já me aconteceu) e até se surpreende (tb já me aconteceu).
E também me perguntei: por que raio vai uma pessoa novamente para a cama com alguém que já sabe à partida que não se mexe? Nunca me aconteceu, mas isso não me impede de lançar aqui o meu bitaite: caramba, não se mexe, haja tesão e mexo-me eu pelos dois! Se for bom, é capaz de ser coisa para repetir, não?
Depois as pessoas podem sempre procurar outras abordagens e despertar tesões adormecidos... sabe-se lá onde. Haja vontade.

Rafeiro Perfumado disse...

Que pena não terem deixado o Dr. Frankenstein ter terminado a sua obra, agora dava jeito.

carpe vitam! disse...

pois, pois... e "o coelhinho foi com o pai natal e o palhaço no comboio ao circo!"

Gemini disse...

olá.
Toda a minha vida disse "uma" tesão. Acabaste de me mudar o sexo à pila e fiquei desnorteado.
Para responder à pergunta: eu estou de acordo com o imperador. Que tipo de pessoas julgas que somos para que estas poucas infos te pareçam suficientes para tomar a decisão de ter sexo com alguém?
Além disso, de certa forma, respondes por nós: se com uma delas não tivermos tesão, a "oportunidade de ter sexo" nunca passará da fase de "oportunidade". LOL

carpe vitam! disse...

Olá Gemini. Pois agora ficas a saber que tesão (com alguma pena minha) é masculino. Que giro, temos um blog didático! Isto é só uma provocação, e das gratuitas, eu só dou o fósforo, cabe a cada um trazer as achas para a fogueira. Ok, eu tb tenho algumas achas: mas por que raio temos nós que sentir tesão por determinado tipo de pessoas que a nossa orientação sexual / biológica / genética determina? Onde fica o papel do cérebro no meio disto tudo? Ah, espera, o cérebro também é biológico... mas e a parte lógica, racional? Há pessoas por quem nunca nos devíamos sentir atraídos. E há outras que estão mesmo ali a jeito e não dão tesão?! Mas que merda é esta? Que raio de arranjo cósmico é preciso para a coisa funcionar? Talvez a beleza da coisa esteja mesmo em não perceber. Mas isso não me satisfaz. Quero ir contra as determinações biológicas se me apetecer. Já fui e acredita, liberta, sabe bem :)

Gemini disse...

Bem... fiquei com dor de cabeça (a que tem o cérebro, antes que faças piadas) a ler a tua reposta ao meu comment. Porque não podemos escolher por quem somos atraídos? Nós escolhemos, mas a um nível subconsciente. É possível “desempenhar” fora dessa janela de atracção física (indo contra o que digo no meu comment anterior, mas a contradição nunca me fez medo, LOL), senão não havia prostituição ou pornografia. Tu dizes que vale a pena? Hum… dormir com alguém de quem gostamos (ou que está simplesmente “para aí virado(a)”) mas por quem não estamos “fisicamente” atraídos uma vez por outra pode funcionar (lol, “uma vez por outra”, estou a falar como se fosse um gigolô), mas as intenções de ambos têm de ser bem claras antes, para evitar problemas.

carpe vitam! disse...

não é de todo minha intenção provocar dores de cabeça a quem aqui vem, seja que cabeça for (desculpa, não resisti, mas tu é que começaste). "escolher a um nível subconsciente" não me parece que seja propriamente uma "escolha". a única escolha que podemos fazer é deixarmo-nos levar por esse subconsciente ou não. mas para isso é preciso estar consciente e claro, convém que as intenções sejam bem explícitas para ambas as partes.

Cacarol disse...

Eu não me importo de fazer tudo...Mas há sempre outras possibilidades!Sem tesão é que não*

carpe vitam! disse...

então e se o tesão, irracional e inadvertidamente, despertar a partir de um exercício racional e consciente?

Mal Educado disse...

está para aqui uma enorme confusão...

eu cá a quererem pinar comigo já é coisa rara, quanto mais ter por onde escolher...

assim, vou ali ter um esgotamente a tentar pensar no assunto, volto cá depois

carpe vitam! disse...

não vale a pena esgotares-te com isto. provavelmente será muito mais útil pensares sobre a razão pela qual raramente querem pinar contigo.
volta sempre, tentarei publicar coisas mais pertinentes para a próxima ;)

pink poison disse...

As duas para ter um pouco de tudo!

Anónimo disse...

as duas, para poder ter o melhor dos dois mundos e ficar no meio....
poder fazer e fazerem-me !! Hà melhor ?
jmsa95@hotmail.com

carpe vitam! disse...

sim, melhor é quando o tesão é repartido e multiplicado por todas as partes envolvidas, a formar um todo consistente... e fodente!