terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

dedos

           texto por Toque
           provocas-me com a ponta desse dedo
         a percorrer o espaço entreaberto da boca.           
         húmido, penetrante, a escorrer gotículas de saliva
         quente do contacto recente com a minha pele.
         desce
         lento, provocante
         ameaçador
         desenha um círculo perfeito
         no mamilo excitado
         aperta-o com o auxílio de um outro dedo
         fecha-se o círculo com a palma da mão.
         desce
         lento, provocante,
         ardente
         penetrante
         as pernas ajudam...entreabrem
         abrem o caminho,
         continua húmido...o dedo!
         um toque mais forte
         gemido abafado
         apertam-se as pernas
         move-se o corpo
         nádegas contraídas
         a um dedo junta-se
         outro e outro...
         intensamente
         clímax!

26 comentários:

Vício disse...

nádegas contraídas?
por onde é que o dedo andou?

ROSINHA disse...

Dizem que contrair as nádegas faz bem à celulite (para quem a tem)...

Anónimo disse...

Vício
por sítios que convidam ao prazer
Toque

Anónimo disse...

Rosinha
talvez faça...nada com experimentar e há situações ideais para o fazer
Toque

doiSabores disse...

o prazer que se consegue através de um simples dedo:)

beijos

Anónimo disse...

doiSabores
...basta querermos
Toque

M. disse...

Vou rever o conceito "apontar o dedo"...
:)

Rafeiro Perfumado disse...

E os manetas, não pensas nos manetas?!?

amèlie e juan disse...

os manetas usam a língua! ;)

e os dedos... ah... as maravilhas dos dedos!!

Just a girl disse...

Bem bom!

Monique disse...

Maravilhoso esse texto:-) adorei:-)

vou seguir-te

beijinhos

Alien David Sousa disse...

Uma Alien não pode ler estas coisas. Já nem sei por onde anda a minha cabeça...algures a pensar nuns dedos.

Pekenina disse...

Parecia um filme em slow motion na minha cabeça :))

Anónimo disse...

M.
tantos os conceitos que um só dedo pode sugerir
beijo
Toque

Anónimo disse...

Rafeiro
as excepções ficam para um outro poema
beijo
Toque

Anónimo disse...

Amèlie e Juan
...não diria melhor, obrigada
beijo
Toque

Anónimo disse...

Just a girl
bom que gostaste
bj
Toque

Anónimo disse...

Monique
obrigada pelo incentivo...espero voltar brevemente
bj
Toque

Anónimo disse...

Alien
então deixa a cabeça continuar com esses pensamentos...
beijo
Toque

Anónimo disse...

Pekenina
espero que tenhas gostado
beijo
Toque

amèlie e juan disse...

anónimo... e qual o mais tentador?

.:GM:. disse...

Como poema, peço desculpa, mas é muito fraco. Mas deve resultar para as gajas se excitarem e começarem logo a pensar em "o amor digital".

amèlie e juan disse...

.:GM:.
a poesia é uma forma de expressão tão única quanto o toque de um dedo. é tudo uma questão de expressão. se o toque é fraco ou forte depende de pessoa para pessoa independente do género! *

Anónimo disse...

Amèlie e Juan
isso depende do gosto...e da vontade
Toque

Anónimo disse...

GM
não sei se falas como gaja ou como gajo, da minha parte (e sou GAJA), por muito bom que seja o amor digital...o Toque (de um dedo e não só) ainda continua a ser bem melhor.
e como diz amèlie e juan...a poesia, como o toque de um dedo, são expressões únicas, logo há quem goste e quem deteste, por isso não precisas de pedir desculpa.
deixo um beijo, sem dedo, para não ser motivo de excitação
Toque

Anónimo disse...

A e J
tiro o chapéu e subscrevo integralmente o que disseram ao M
e deixo-vos um beijo
Toque