quarta-feira, 28 de julho de 2010

celebração

Fui dar uma volta de BTT e quando cheguei, ele já lá estava. Pus a música a tocar:

O resto foi instintivo, tinha de me despir para o duche, aproveitei para o fazer ao ritmo do som, creio que vai bem com roupa desportiva e corpo transpirado.
Ele de calças de fato e camisa, portátil no colo, ao princípio não me prestou atenção nenhuma, mas eu comecei a arremessar-lhe peças de roupa e então ele olhou e não mais deixou de olhar lascivamente. Mas teve de conter o ímpeto, porque os meus pais estavam em casa e a hora de jantar aproximava-se rapidamente.
Fui para o duche e quando me estava a olear, caprichei na minha menina e vim-me pelos meus dedos com a ajuda do óleo.
Empinoquei-me toda para condizer com ele e saímos após o jantar.
Estava uma noite quente, estrelada, lembrámo-nos de parar no pinhal.
Não podíamos estar mais contrastantes com a paisagem, mas era uma solenidade natural, em celebração do nosso namoro. Naquele sítio resguardado de olhares, podíamos estar à vontade e dar largas ao desejo, comungando com a natureza.
Desapertei-lhe o cinto com a minha típica falta de jeito enquanto ele me livrava das pequenas cuecas pretas, mantendo as meias de rede pela coxa. Brinquei um pouco com o sexo dele, antes de ser empurrada para cima do capô do carro e levar um tratamento idêntico. Fiquei assim, a ver os meus pés tocarem as estrelas, a sentir o ímpeto dele dentro de mim.
Depois virei-me para ser penetrada por trás e vi as estrelas de olhos fechados. Voltei a virar-me para beber da Via Láctea e partilhar com ele esse deleite...
sapatos_noite

11 comentários:

masquediabo disse...

É sempre de aproveitar a nossa floresta. Excelente.

Kapikua disse...

eu também ia conseguindo ver as estrelas só através do relato que fizeste...

carpe vitam! disse...

viva a floresta!

Kapikua, isso é porque tens uma mente muito sugestionável ;)

Rei Lagarto III disse...

Pouca vergonha eheheh

Entre Frestas.... disse...

provocou-me delícias e delírios...

S* disse...

Parece-me ter sido um dia fantástico com um final brilhante.

masquediabo disse...

A nossa floresta é excelente para fazer BTT. Assim que tiver a minha bicicleta, vou começar a pedalar... quem sabe se não tenho uma noite destas!

carpe vitam! disse...

rei lagarto, uma verdadeira indecência! ;)

Entre frestas, é isso que se quer!

S*, o dia nem foi grande coisa, já a noite...

masquediabo, uma vez combinámos encontrarmo-nos de BTT a meio do caminho e foi muuuuito bom, é sempre uma motivação extra! ;)

QuartoCrescente disse...

Quantas vezes se vêm estrelas até de dia... e por vezes também se vêm navios...

carpe vitam! disse...

pois, navios... mas isso não costuma ser bom sinal, pois não?

Morgana disse...

E eu que odeio censura sou obrigada a gostar do vosso blog!Continuem a provocar e a ousar,sem censura!

Beijo a todos

Morgana