domingo, 8 de fevereiro de 2009

JOGO DE CARTAS


- Vamos jogar às cartas?

- Às cartas? Olha que isto não é nenhum casino!

- Pois, não é… e ainda bem… eles iriam ficar um pouco aborrecidos com a minha ideia de jogo de cartas.

- Desculpa? Não percebi essa.

- Então, tentando explicar a ideia: um baralho com 40 cartas, porque o jogo é tipicamente português, até ao máximo de cinco jogadores. Cada jogador recebe três cartas, e depois receberá mais duas. Um embaralha, outro parte, outro dá, e por fim o primeiro a receber as cartas, escolhe o naipe que servirá de trunfo. Todos começam com um valor definido base, por exemplo, e tendo em conta a ideia que tenho em mente, é melhor todos começarem com oitenta pontos, o objectivo é chegar a zero.

- Oitenta pontos, isso é muito!

- Não é não, o que vamos fazer é adaptar o jogo do sobre e desce. As regras são estas: começamos com os oitenta pontos, copas dobra e paus todos são obrigados a ir a jogo. Depois, vamos à parte gira das regras, cada vez que um jogador lerpe (não faça nenhuma vaza) tem que tirar uma peça de roupa, portanto, é conveniente que todos tenham o mesmo número de peças de roupa. A peça a tirar é à escolha do jogador que perdeu (e claro sobe os respectivos pontos) pode ser um sapato, uma meia… por aí fora. - Mas, e quando se ficar sem roupa? - Éh! Éh, então, a partir daí, o perdedor passa a sofrer castigos imaginados pelo jogador que tenha feito mais vazas, como por exemplo, dar um beijo num outro jogador, agora tudo dependerá dos jogadores e da imaginação deles, em caso de haver mais que um jogador com vazas iguais, em conjunto decidem o castigo a aplicar ao lerpado ou lerpados. É verdade, nas copas, como são a dobrar, havendo lerpanço… terá de se tirar duas peças de roupa… quando for o castigo… bem, ser-se-a misericordioso e aplica-se somente um castigo. Mas tem de ser um castigo maior! Julgo que não me esqueci de nenhuma das regras extra, de resto o jogo segue as regras tradicionais: o jogador que sai, se tiver o Ás da mesa terá de o jogar obrigatoriamente, é obrigatório assistir ao naipe jogado (excepto quando não tiver, nessa altura então ou corta ou “balda-se” jogando uma carta de um qualquer naipe). Por fim, o jogador que chegar a zero, recebe um prémio final já pré estabelecido.

Então… vamos jogar?


Provoca-me!!!

27 comentários:

Netbad disse...

Parece-me que tu não jogas é com o baralho todo... devem de te estar a faltar as damas e as manilhas.

Å®t Øf £övë disse...

Apesar de eu não gostar de jogar às cartas, acho que um jogo com essas regras até eu jogo... eh eh eh...

carpe vitam! disse...

e foi um belíssimo jogo... :D

QJ disse...

Å®t Øf £övë, as cartas são um pequeno vício que ajuda a matar o tempo, podemos transformar uma monotonia numa alegre alegria com muita risota pelo meio ;-)

QJ disse...

Carpe, pois foi um belo jogo :D

E viva a criatividade ;-)

D. Sebastião disse...

Já nem me lembro ao certo de quando joguei com umas regras parecidas pela última vez, mas lá que era giro, era.

Beijos

Pekenina disse...

Não gosto muito de jogar às cartas... mas sim, jogo interessante, sem sombra de dúvida! Um dia faço um joguito assim e venho aqui sacar as regras ;)

veneziana disse...

e se ao começar já estivéssemos nús??eheh bom proveito

Visitem e comentem

http://www.mysecretvenice.blogspot.com/

Avid disse...

Let's play!
Bjs meus

inês disse...

dás cada ideia...

doiSabores disse...

Há jogos que ajudam a criar um bom ambiente e a abrir o apetite...
Temos direito a perder de propósito? lol
Beijos saborosos

Anónimo disse...

Engraçado ...no outro dia li as regras de um jogo de cartas muito parecido !!!!!

Mas não joguei......:)

Blue Butterfly

Tana disse...

Jogar é tao sensual :P

carpe vitam! disse...

DoiSabores, neste jogo, perdendo ou ganhando, fica-se sempre a ganhar. Sinceramente, não sei o que é melhor, se sofrer o castigo ou poder aplicá-lo ;)

Bernardo Lupi disse...

Convido-vos a visitar o espaço que inaugurei hoje...

Bernardo Lupi disse...

È verdade. Em tempos andei por aqui num clube privado... :)
MSN: pmsferreira32@gmail.com

QJ disse...

D. Sebastião, as melhores regras são aquelas que nós imaginamos, e tens toda a razão é muito giro o jogo

QJ disse...

Pekenina, quando quiseres jogar connosco estás à vontade que te ensinamos as regras

QJ disse...

veneziana, é uma hipótese, mas o quebra gelo está mesmo em ir perdendo a roupa pelo jogo

QJ disse...

Avid, com todo o gosto

QJ disse...

inês, dou não dou?

QJ disse...

doiSabores bem verdade é o que dizem, não há direito a perder de propósito... mas claro se os outros jogadores não se aperceberem....

QJ disse...

Blue Butterfly, devias ter jogado que vale sempre a pena um bom jogo

QJ disse...

carpe, o bom, antes de mais... é imaginar o castigo a aplicar... e eu tenho uma imaginação muito fértil...

QJ disse...

olá Bernardo, bem vindo

true love disse...

para quando um update?

JCA disse...

true love, update quando houve equipa para o fazer e testar ;)